O que este novo sítio da BBC faz é sim­ples, mas ali­ci­an­te: cria uma «time­li­ne» de acon­te­ci­men­tos mar­can­tes no mun­do, associando-​os ao visi­tan­te. Basta escre­ver o nome e a data de nas­ci­men­to.

Inicia-​se então o desen­ro­lar dos even­tos, pon­tu­a­dos pelo ani­ver­sá­rio de quem vai fazen­do «scroll» na pági­na. Que ida­de tinhas quan­do caiu o muro de Berlim? A memó­ria encarrega-​se de esta­be­le­cer a liga­ção entre ti e o mun­do.

O pro­je­to ain­da está em fase beta e isso nota-​se sobre­tu­do se esco­lher­mos a nave­ga­ção em Português do Brasil: as fra­ses estão mal cons­truí­das e reple­tas de gra­lhas. Além dis­so, o sítio esco­lhe acon­te­ci­men­tos em fun­ção da pre­su­mí­vel naci­o­na­li­da­de de quem esco­lhe PT-​BR, o que impli­ca ver­mos uma série de even­tos da his­tó­ria do Brasil em rela­ção aos quais não nos iden­ti­fi­ca­mos mui­to.

Resta ao Português esco­lher a opção em lín­gua ingle­sa e a Europa. É então que as coi­sas come­çam a tornar-​se mais inte­res­san­tes: por exem­plo, que ida­de tinhas quan­do ade­ri­mos à União Europeia — chamava-​se, então, Comunidade Económica Europeia (CEE)?

Por cada acon­te­ci­men­to, o sítio for­ne­ce a devi­da con­tex­tu­a­li­za­ção, capas de jor­nais e, mui­tas vezes, peças vídeo a ilus­trar. É pre­ci­so ter ins­ta­la­do o «flash player», con­tu­do. Vejam com o Chrome, se pude­rem. Digo-​o por expe­ri­ên­cia pró­pria: se há coi­sa que não se deve mis­tu­rar, é Flash e Firefox...

O que este sítio faz é lembrar-​nos de como esta­mos a ficar velhos e de como o mun­do não mudou tan­to como nós. A data mais anti­ga que os arqui­vos da BBC dis­po­ni­bi­li­zam é o de 1930. Avôzinho, se lá fores ver, fica­rás a saber que ida­de tinhas quan­do os japo­ne­ses ata­ca­ram Pearl Harbour.

Quanto a mim, fico-​me por tem­pos mui­to mais recen­tes - ufa! Mal me lem­bro de quem eu era quan­do ade­ri­mos à CEE, mas sei que se pudes­se falar comi­go pró­prio nes­sa altu­ra esta­ria a dizer-​lhe para ter juí­zo nes­sa cabe­ça, enquan­to o jovem que eu fui fica­ria a obser­var um cha­to.

Divirtam-​se no sítio, mas tenham em con­ta o seguin­te: quan­to mais demo­rar o «scroll», mais velho se está a ficar.

Marco Santos

­Marco Santos

Editor @Sapo. Blogger @Bitaites. Legendas @LegDivx. Pai em todo o lado. Queres contactar-me?