Foi filmado em 4K Ultra HD, um formato com o dobro da resolução do 1080p HDTV. A BBC usou as últimas tecnologias em estabilizadores de imagem em câmaras montadas em drones capazes de nos levar a sítios onde nenhum helicóptero conseguiria.

Sensores ativam as câmaras quando é detetada a presença de animais, o que permite filmar até os mais esguios em grande proximidade. A BBC garante que será um documentário de referência para os próximos anos. «Planet Earth II» é o sucessor do aclamado «Planet Earth», lançado em 2006, e tem de estar à altura. E estará.

A BBC produz o documentário em conjunto com a BBC America, a alemã ZDF e a France Télévision. Os «avanços da tecnologia» — afirma Charlotte Moore, o responsável pela programação da estação — «permitem agora revelar histórias sobre o mundo natural que não tinham sido possíveis filmar até agora.»

De olho num dos grandes documentários da década

Planet Earth II

O documentário levou mais de três anos a ser produzido. Tem um total de seis episódios e começa a ser exibido este ano, embora não haja ainda uma data específica. Tal como o antecessor, também esta segunda versão será apresentada por Sir David Attenborough.

Attenborough tem agora a respeitável idade de 89 anos, mas a sua energia e entusiasmo continuam a ser a de um jovem de 20. É um prazer vê-lo no meu ecrã. Aliás, a sua presença basta-me para saber se um documentário sobre a Natureza tem ou não qualidade. Este, em especial, será com certeza um dos melhores e um digno herdeiro do fabuloso «Planet Earth».

E tenho aqui um trailer que não me deixa mentir. Vejam-no e maravilhem-se.

Marco Santos

­ Marco Santos

Editor @Sapo. Blogger @Bitaites. Legendas @LegDivx. Pai em todo o lado. Queres contactar-me?