Sou um or­gu­lho­so ha­bi­tan­te da República Independente da Parede (ou se­ja, um os­ga), o que sig­ni­fi­ca que te­nho a praia à por­ta e con­si­go ver o Cabo Espichel, a Serra da Arrábida, a foz do Tejo e o Atlântico da ja­ne­la. E es­tou sem­pre a vê-los, pois te­nho a su­pre­ma van­ta­gem de tra­ba­lhar em casa.

Sou crí­ti­co de mú­si­ca, jor­na­lis­ta cul­tu­ral e es­cri­tor vai pa­ra 30 anos (em 2014). Nos úl­ti­mos três, tam­bém te­nho si­do um con­vic­to blog­ger, aqui mes­mo no Bitaites.

Nunca plantei uma árvore

A mi­nha vi­da é es­cre­ver, mas não só: quan­do ca­lha, dou au­las, fa­ço con­fe­rên­ci­as e ações di­dá­ti­cas, de­sem­pe­nho tra­ba­lho de di­vul­ga­ção e pro­mo­ção do jazz, da mú­si­ca li­vre­men­te im­pro­vi­sa­da e das mú­si­cas ex­pe­ri­men­tais e ain­da pro­gra­mo fes­ti­vais e con­cer­tos, co­me­çan­do pe­lo Jazz no Parque, da Fundação de Serralves.

Há oi­to anos que sou o em­pe­nha­do edi­tor da re­vis­ta jazz.pt, a úni­ca exis­ten­te em Portugal de­di­ca­da ao gé­ne­ro de mú­si­ca que es­tá no seu no­me, e fui um dos fun­da­do­res e res­pon­sá­veis de du­as ini­ci­a­ti­vas que mui­to con­tri­buí­ram pa­ra o di­na­mis­mo das «ou­tras mú­si­cas» no nos­so país: a as­so­ci­a­ção Granular e a Bolsa Ernesto de Sousa.

A na­tu­re­za equipou-me com ou­vi­dos de lo­bo: oi­ço frequên­ci­as mais al­tas do que a mai­or par­te dos se­res hu­ma­nos. O Peter Brotzmann deixa-me os pe­los eriçados.

Tenho se­te li­vros pu­bli­ca­dos e um qua­se a sair, e con­tri­buí pa­ra ou­tros qua­tro de au­to­ria co­le­ti­va. Nunca plan­tei uma ár­vo­re, mas fiz três fi­lhos, e com mui­to gos­to: o Bruno, ac­ti­vis­ta da Cultura no Muro; o Lourenço, body­pi­er­cer e ta­tu­a­dor; a Madalena, ar­tis­ta em for­ma­ção fas­ci­na­da pe­lo uni­ver­so dos anime.

Tenho um co­ra­ção enor­me, sem­pre dis­pos­to a apaixonar-se, e mau fei­tio. Nasci na Ilha de Moçambique, ro­de­a­do de tu­ba­rões, e aqui na Europa con­ti­nuo a ver tu­ba­rões por to­dos os la­dos. Cuspo-lhes em ci­ma e até ago­ra con­se­gui escapar-lhes aos dentes.