ArtesIlustração

Lori Malépart-Traversy e o documentário do clitóris

Para alguns homens, encontrar o clitóris continua a ser mais difícil do que encontrar o Wally. Munidos com a sabedoria acumulada de séculos de tentativa e erro, e com uma perseverança de alpinista, muitos de nós já começam a fazer uma pequena ideia do que é, para que serve e onde está.

A artista Lori Malépart-Traversy (aqui em cima) resolveu fazer um documentário para nos ajudar a entender, entre outras coisas, por que razão as mulheres são umas sortudas por terem um órgão dedicado apenas ao prazer. Mais

Bitaites

Caso Manuel dos Santos. O racista em part-time

Nos fóruns de discussão e nas redes sociais costumo encontrar dois tipos de comentários racistas: primeiro, os que começam com um «não sou racista, mas» e depois debitam ideias racistas.

Segundo, os que ficam escandalizados quando são chamados de racistas depois de dizerem qualquer coisa obviamente racista porque, caramba, não são nem nunca foram racistas. Estes são os racistas em part-time. Os que só se tornam desagradáveis quando a mostarda lhes sobe ao nariz. Mais

Bitaites

Este tipo tem tudo para ser bom na cama

Levantem esse rabo da cadeira e comemorem, ó barrigas de cerveja. O semanário Sol acabou de descobrir que os homens com uma grande pança são melhores parceiros sexuais do que aqueles que a têm lisa.

Daqui em diante, sempre que uma mulher se cruzar com um homem a transportar a barriga num carrinho de mão, irá olhá-lo como uma oportunidade de prazer. Ela poderá até dizer, parafraseando o grande poeta e dramaturgo francês Alfred de Musset: «Eis uma bela noite que ali vai!» Mais