O come­ço de todas as ciên­ci­as é o espan­to de as coi­sas serem o que são. 

Aristóteles